Prêmio da Região do Cerrado Mineiro reconhece os melhores cafés de 2021

Prêmio da Região do Cerrado Mineiro reconhece os melhores cafés de 2021
bannerPATROCINIOVIP_800x200px (2)
RA_PERFUMARIA
Site_Patrocionio_Vip_620x150px
PamonhariaSM
Onnet
BannerSilas
patrocinio182anos
QueimaAlho

Premiação apoiada pelo Sebrae Minas valoriza o trabalho dos produtores e a intercooperação

patrocinio182anos
Site_Patrocionio_Vip_620x150px
PamonhariaSM
BannerElias
Onnet (1)
bannerPATROCINIOVIP_800x200px-2
RA_PERFUMARIA (1)
BannerSilas (1)

Realizado desde 2013, o ‘Prêmio da Região do Cerrado Mineiro’ consolidou-se como o grande evento de celebração da safra e valorização dos cafeicultores que produzem cafés de impacto social, rastreáveis e de alta qualidade e, desde sua criação, conta com o apoio de grandes parceiros. Em 2021, teve como apoiadores o Sebrae Minas, a Syngenta Nucoffee, a Stoller, o Sicoob, a Pinhalense, a Rabobank e a Investbras.

“O Sebrae Minas já atua na região há bastante tempo e participou, inclusive, da construção da premiação. Em 2021, participamos da criação do modelo de negócios do prêmio e das etapas por cooperativa, ajudando no mapeamento de qualidade dos cafés”, afirma a analista do Sebrae Minas Naiara Marra.

Ela reforça que o prêmio é uma forma de reconhecimento não apenas para o produtor rural, mas também para a sociedade. “A Expocaccer, por meio da cafeteria Dulcerrado, está lançando os ‘cafés industrializados – edição prêmio região do cerrado mineiro- Raidades’, que é uma forma de desmistificar a ideia de que os cafés bons vão para fora do país. Temos produtos industrializados e de qualidade sendo comercializados e apreciados no Brasil”, explica a analista do Sebrae Minas.

A 9ª edição da premiação contou com a participação de produtores, compradores, importadores, exportadores e diversos veículos de imprensa. A gravação do tradicional encontro da região está disponível no canal do YouTube da Região do Cerrado Mineiro.

A próxima edição do prêmio realizada em 2022, serão celebrados os 50 anos da cafeicultura na Região do Cerrado Mineiro. Além disso, a iniciativa valoriza e reconhece o trabalho dos cafeicultores e, ainda, amplia a intercooperação entre os atores do setor.

“Troféu Escola de Atitude”

A Escola Estadual Sizenando Amaral de Educação Especial conquistou o primeiro lugar do ‘Troféu Escola de Atitude’, com um projeto de estímulo sensorial por meio do café, voltado para alunos com deficiência intelectual e múltipla, inscrito pela Cooperativa Agropecuária de Carmo do Paranaíba (Carpec). A entrega ocorreu durante a realização do 9º Prêmio Região do Cerrado Mineiro.

Criado em 2019, o ‘Troféu Escola de Atitude’ valoriza ações transformadoras promovidas por escolas do Cerrado Mineiro que têm como público-alvo crianças e adolescentes. Os valores arrecadados com o leilão foram repassados aos idealizadores dos cinco projetos selecionados nesta edição do prêmio.

As cinco ganhadoras do ‘Troféu Escola de Atitude’ dividirão o equivalente a 10% do montante arrecadado com a venda dos lotes do ‘Prêmio Região do Cerrado Mineiro’.

Confira as escolas que inscreveram projetos e os valores correspondentes ao leilão:

1º – Escola Sizenando Amaral de Educação Especial | R$ 49.600,00 | projeto inscrito pela CARPEC

2 º – Escola Estadual Irmã Gislene | R$ 19.840,00 | projeto inscrito na Expocaccer

3º – Escola Leôncio Ferreira de Melo | R$ 14.880,00 | projeto inscrito pela Carmocer

4º – Escola Municipal Doutor Júlio de Couto Gontijo |R$ 9.920,00 | projeto inscrito pela Carmocer

5º – Escola Estadual Antônio Atanásio | R$ 4.960,00 | projeto inscrito pela Carpec

Elias Miranda de Resende

Diretor Patrocínio VIP

Deixe um comentário